Senhor Jesus!...

Deste-me na mediunidade o arado de luz com que me cabe cultivar o campo da própria alma.

Auxilia-me a perceber que a colheita dos valores espirituais de que necessito dependerá sempre da plantação que eu fizer. E ajuda-me a observar que a erva daninha que, porventura, me prejudique as leiras de ação, surgirá como sendo resultado do repouso indébito a que me dedique.

Abençoa-me para que eu receba, com simpatia e boa vontade, os famintos de alimento espiritual e os sedentos de paz que me busquem, na condição de enviados de tua Misericórdia para comigo, para que não me falte o privilégio de trabalhar.

Fortalece-me o senso de responsabilidade pessoal, entretanto, não permitas possa enveredar-me através de escrúpulos negativos.

Induze-me a reconhecer que o bem verdadeiro verte de tua Infinita Bondade, em nosso auxílio, e que por isso mesmo, compete-me o encargo de obedecer aos emissários de teu Infinito Amor, para que o bem se faça não obstante as imperfeições ou problemas que, de minha parte, ainda carregue.

Ilumina-me o entendimento para que eu possa estudar e agir com proveito.

Guarda-me em tua simplicidade para que nenhum acontecimento me leve a superestimar as minhas possibilidades de cooperar em tua obra de redenção ou a parecer diferente dos outros. E conserva-me, Senhor, por acréscimo de misericórdia, em trabalho constante, no qual devo aprender a auxiliar, abençoar e servir, em teu nome, hoje e sempre.


Pelo Espírito: Meimei

sábado, 1 de novembro de 2014

O Problema do Ser , do Destino e da Dor - Léon Denis

Nesta edição, temos um verdadeiro tratado acerca do autodescobrimento do ser, seguindo os passos positivos da Doutrina Espírita, embasado com dados históricos e experimentos científicos respeitáveis. O filósofo francês Léon Denis nos convida a nos descobrirmos, como humanos à caminho da espiritualização, como Espíritos imortais que somos.





Livro: Educação para a Morte - José Herculano Pires

Ainda não aprendemos que vida e morte são ocorrências naturais. E as religiões da morte, que vivem dos gordos rendimentos das celebrações fúnebres e das rezas pagas pelos familiares e amigos dos mortos, empenham-se num combate contra os que pesquisam e revelam o verdadeiro sentido da morte. A idéia fixa de que a morte é o fim, e o terror das condenações de após morte, sustentam esse comércio necrófilo em todo o mundo.
Wilson Garcia escreveu: “Um pouco antes, porém, que o sol da vida somática baixasse de vez no horizonte da experiência terrena, Herculano revisou os conceitos humanos da morte, chegando à conclusão de que a fuga da morte, tantas e tantas vezes repetida pelo homem, significa a fuga da própria vida. Por isso, às vésperas de encetar a grande viagem, na tranqüilidade silenciosa de suas pródigas madrugadas, gostosamente insones, o filósofo leal a Kardec reuniu as experiências, positivas ou frustradas, da cultura humana para afirmar a necessidade de instituir-se na Terra a Educação para a Morte.”




sábado, 21 de setembro de 2013

Pensamento e Prece - Pelos suicidas




Recebemos muitas sugestões para dedicar o Pensamento e Prece desta semana para os suicidas.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) fez do dia 10 de setembro o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio.
Segundo a OMS:
- aproximadamente 1 milhão de pessoas morrem todo ano por suicídios;
- houve um crescimento de 60% nos últimos 45 anos;
- embora tradicionalmente o número de suicídios seja maior entre idosos, verifica-se o aumento da incidência de óbitos por esta causa entre os mais jovens.
Refletir sobre estes dados, é incentivar que possamos ter um olhar mais cuidadoso com o nosso próximo e, assim, nos temos a oportunidade de ser agentes de transformação do meio em que vivemos, olhando com carinho e compaixão aos nossos próximos.
Então, retiramos de “O Evangelho Segundo o Espiritismo” esta prece para o nosso “Pensamento e Prece” da semana, dedicado ao suicidas:
"Meu Deus, nós bem sabemos qual seja a sorte reservada aos que violam as vossas leis, abreviando seus dias voluntariamente; mas também sabemos que a vossa misericórdia é infinita. Dignai-vos de derramá-la na alma dele. Possam as nossas preces, unidas à vossa comiseração, mitigar os sofrimentos que o martirizam, por não ter tido a coragem de esperar o fim de suas provas!
Bons Espíritos, cuja missão é assistir os infelizes, tomai-o sob a vossa proteção; inspirai-lhe pesar pela sua falta, e que a vossa assistência lhe dê ânimo para sofrer com resignação as novas provas que terá de suportar para reparação da sua fraqueza. Afastai dele os maus Espíritos quê possam de novo levá-lo ao mal e prolongar-lhe as penas, fazendo-lhe perder o fruto de suas futuras expiações.
Irmão, cuja desgraça constitui o objeto desta prece, possa a nossa comiseração aliviar-vos nas amarguras e fazer que em vós renasça a esperança de um futuro melhor. Esse futuro está em vossas mãos. Confiai na bondade de Deus, cujo amparo está sempre aberto a todos os arrependidos, só se conservando fechado aos corações endurecidos."

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Um Roqueiros no Além


Roqueiro famoso, surpreendido pela morte prematura causada pelo uso abusivo de álcool e de drogas, se vê diante de uma realidade que jamais imaginara.
Propagador da liberdade incondicional, por estranha ironia, submetido à lei de causa e efeito, se viu preso a sepultura durante longo período.









Ação e Reação - Andre Luiz







Livro sobre a doutrina espiritualista. Descreve as chamadas regiões inferiores da esfera espiritual para mostrar o sofrimento da consciência culpada após a morte do corpo físico. Apresenta estudos de casos e oferece orientação sobre assuntos como a lei de causa e efeito e os preparativos para a reencarnação.









domingo, 8 de setembro de 2013

O Consolador - Chico Xavier




Este livro constitui um luminoso roteiro para as perguntas postas pela razão e pelo coração. O Espírito Emmanuel lança uma nova luz sobre inúmeras questões que aqui lhe são postas e que estão baseadas n’ “O Livro dos Espíritos”, aborda temas como: determinismo e livre-arbítrio, ciências, factores sociais, educação sexual, mediunidade, etc. Sob a forma de perguntas e respostas este livro destina-se aos estudiosos da Doutrina Espírita.


sábado, 7 de setembro de 2013

Desvendando o Nosso Lar




Desvendando o Nosso Lar, novo livro do autor de O Homem que Falava com Espíritos, best-seller sobre Chico Xavier, mostra em detalhes como é o funcionamento de uma colônia espiritual como Nosso Lar e traz explicações de tudo o que encontraremos no Outro Lado, mostrando, por exemplo, como é o vestuário, a alimentação e a moradia dos espíritos, os meios de locomoção, as oportunidades de trabalho oferecidas, e como se dá o reencontro com os amigos e parentes, entre outros. Com isso, leitores ávidos por conhecer melhor o mundo dos espíritos poderão encontrar explicações sobre a vida no Outro Lar e assim, quem sabe, responder as questões que nos intrigam desde sempre como “De onde vim?”, “Para onde vou?” ou “Por que estou aqui?”. Leitura indispensável para quem leu o livro Nosso Lar ou assistiu ao filme, Desvendando o Nosso Lar ajuda a entender tudo o que não pôde ser explicado em detalhes até então, mostrando assim exatamente o que acontecerá com cada um de nós após o desencarne. Indicado tanto para quem está iniciando seus estudos no Espiritismo quanto para aqueles que querem saber mais sobre a colônia Nosso Lar e sobre a Vida no Além.


Nosso Lar





Nosso Lar é o nome da Colônia Espiritual que André Luiz nos apresenta neste primeiro livro de sua lavra. Em narrativa vibrante, o autor nos transmite suas observações e descobertas sobre a vida no mundo Espiritual, Atuando como um repórter que registra as suas próprias experiências. Revela-nos um mundo palpitante, pleno de vida e atividades, organizado de forma exemplar, onde Espirítos desencarnados passam por estágios de recuperação espiritual supervisionado por Espirítos Superiores. Nosso Lar não é o Céu; é mais um hospital, uma escola, uma zona de trânsito. Mas nos permite antever o Mundo Espiritual que nos aguarda, quando abandonarmos o corpo carnal pela morte física.


As Dores da Alma





Este livro tem como finalidade a busca do auto-aperfeiçoamento através do conhecimento do inconciente, liberando - nos de toda crítica e perseguição a si mesmo e a outros.
Nos mostra nossa responsabilidade para com nossas atitudes autodestrutivas, e, não somente colocar a culpa em espíritos, forma fácil de fugir da realidade.
As Dores da Alma são os sete pecados capitais: orgulho, preguiça, raiva, inveja, gula, luxuria, avareza.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...